Perfil do país

IRAQUE

Os Cristãos regressaram lentamente às suas cidades e aldeias na Planície do Nínive depois de o Daesh (ISIS) ter tentado eliminar o Cristianismo. Durante a visita ao Reino Unido organizada pela AIS no mês de Outubro de 2018, o Arcebispo Caldeu Habib Nafali disse que os Cristãos do Iraque tinham sofrido violência sistemática concebida para os erradicar: “Se isto não é genocídio, então o que é o genocídio?”(1) Os seus sentimentos encontraram eco no Patriarca Caldeu Louis Raphael I Sako.(2) A partir de Junho de 2019, pouco mais de 46% das famílias que fugiram tinham regressado, mas as igrejas lamentavam a aparente falta de ajuda nacional e internacional para reconstruir. O Padre Salar Kajo, do Comité de Reconstrução das Igrejas do Nínive, disse: “Após um ano de reconstrução, o único canal de ajuda tem sido através da Igreja”, acrescentando que o Governo Húngaro tinha dado ajuda directa.(3) O regresso tem sido complicado devido a problemas de segurança, com acusações de agressão, incluindo apropriação indevida de terrenos, por parte de milícias que alegadamente protegem os povoados Cristãos.(4) As comunidades Cristãs do país enfrentam problemas generalizados, incluindo impostos adicionais cobrados em áreas de maioria Cristã na região autónoma Curda,(5) falta de apoio para os que sofreram violência sexual,(6) relatos de pelo menos 350 propriedades de cristãos ilegalmente apreendidas(7) e assassínios esporádicos de cristãos e de membros de outras minorias.(8)

Dezembro de 2017 O deputado Joseph Silewa queixou-se do facto de os Cristãos em Qaraqosh e Bartella serem assediados – e nalguns casos vítimas de violência sexual – por membros da 30ª Brigada das Forças de Mobilização Popular Xiita Shabak (PMF). O Director-Geral de Assuntos Cristãos do Governo Regional do Curdistão confirmou que tem havido assédio e abuso por parte do PMF e de outros grupos de milícias após a libertação da Planície do Nínive do Daesh.

Março de 2018 O Dr. Hisham Shafiq foi morto à facada juntamente com a mulher e a mãe idosa na sua casa em Bagdade. O Padre Biyos Qasha receia que estes acontecimentos façam parte de um plano para forçar os Cristãos a deixarem as suas casas.

Janeiro de 2019 O novo currículo escolar do Ministério da Educação foi condenado pelo Patriarca Louis Raphael I Sako, que disse: “Li afirmações incorrectas, desadequadas e ofensivas que incitam ao ódio e à divisão, que estão longe dos valores da tolerância e dos princípios de cidadania e coexistência.” Por exemplo, os manuais escolares para crianças entre os 6-11 anos dizem que as mulheres sem véu são “doentes”.

Abril de 2019 Um ataque armado a uma procissão de Domingo de Ramos em Bartella forçou os Cristãos a abandonarem a cerimónia tradicional do início da Semana Santa. Automóveis passaram ao lado da procissão e quem estava dentro deles abriu fogo. Pouco mais de um terço das 3.800 famílias cristãs que saíram da região regressaram agora e as milícias xiitas shabak, que controlam a segurança na cidade, alegadamente assediaram Cristãos, incluindo disparando armas em frente à Igreja de São Jorge durante mais de uma hora, ameaçando o seu sacerdote, o Padre Behnam Benoka.

1. “Christianity in Iraq “one wave of persecution” from extinction”, The Tablet, 10 de Outubro de 2018, https://www.thetablet.co.uk/news/10842/christianity-in-iraq-onewave-of-persecution-from-extinction (acedido a 8 de Fevereiro de 2019).

2. John Newton, “Cardinal highlights threat to Christianity”, Notícias da Ajuda à Igreja que Sofre (Reino Unido), 29 de Setembro de 2017, https://acnuk.org/news/iraqcardinal-highlights-threat-to-christianity/ (acedido a 20 de Fevereiro de 2019).

3. John Newton, “Help families home now – or Christianity could disappear from the country”, Notícias da Ajuda à Igreja que Sofre (Reino Unido), 19 de Março de 2018, https://acnuk.org/news/iraq-help-families-home-now-or-christianity-coulddisappear-from-the-country/ (acedido a 21 de Fevereiro de 2019).

4. “Assyrian Christian Lands Forcibly Seized in Northern Iraq: Authorities Again Petitioned to Protect the Rights of Minorities”, International Christian Concern, 17 de Maio de 2018, https://www.persecution.org/2018/05/17/assyrian-christian-landsforcibly-seized-northern-iraq/ (acedido a 20 de Fevereiro de 2019).

5. Foram acrescentadas taxas comerciais em Ankawa, Erbil e Semel perto de Duhok. Ankawa Today (Facebook), 2 de Julho de 2018, https://www.facebook.com/617288955025470/posts/1973203526100666/ (acedido a 20th de Fevereiro de 2019).

6. “Islamic State rape survivors in Iraq are like ‘living corpses’”, The New Arab, 10 de Março de 2018, https://www.alaraby.co.uk/english/news/2018/3/10/is-rape-survivorsin-iraq-are-like-living-corpses (acedido a 18 de Fevereiro de 2019).

7. “350 Christian Homes Illegally Seized in Iraq”, International Christian Concern, 21 de Novembro de 2018, https://www.persecution.org/2018/11/21/350-christian-homesillegally-seized-iraq/ (acedido a 20 de Fevereiro de 2019).

8. “Iraq: Christians concerned after spate of deadly violence”, Middle East Concern, 20 de Março de 2018, https://meconcern.org/2018/03/20/iraq-christians-concerned-afterspate-of-deadly-violence/ (acedido a 18 de Fevereiro de 2019).

9. Sangar Ali, “Hashd al-Shaabi sexually harass Christians in Nineveh Plain: Christian MP”, Kurdistan 24, 15 de Dezembro de 2017 (última actualização), http://www.kurdistan24.net/en/news/6ddbf5d1-0d0d-49f2-988e-64fb440cd88b (acedido a 12 de Junho de 2019).

10. “Christian Family Stabbed at Home by Armed Group in Baghdad”, International Christian Concern, 12 de Março de 2018, https://www.persecution.org/2018/03/12/christian-familystabbed-home-armed-group-baghdad/ (acedido a 18 de Fevereiro de 2019).

11. Claire Evans, “Iraqi Curriculum Issues Veiled Threat Against Christian Women”, International Christian Concern, 15 de Janeiro de 2019, https://www.persecution.org/2019/01/15/iraqi-curriculum-issues-veiled-threat-christian-women/ (acedido a 20 de Fevereiro de 2019).

12. Account of attack from Archbishop Bashar Warda; “‘Trust is gone’: Iraqi Christians fear returning due to Shiite militia”, Daily Star (Líbano), 12 de Fevereiro de 2019, http://www.dailystar.com.lb/News/Middle-East/2019/Feb-12/476387-trust-is-gone-iraqichristians-fear-returning-due-to-shiite-militia.ashx?utm_content=buffer763df&utm_medium=social&utm_source=twitter.com&utm_campaign=buffer; “Militia Forces Threaten Iraqi Priest”, International Christian Concern, 3 de Dezembro de 2018, https://www.persecution.org/2018/12/03/militia-forces-threaten-iraqi-priest/ (ambos os sites foram acedidos a 12 de Junho de 2019).

Dezembro de 2017

O deputado Joseph Silewa queixou-se do facto de os Cristãos em Qaraqosh e Bartella serem assediados – e nalguns casos vítimas de violência sexual – por membros da 30ª Brigada das Forças de Mobilização Popular Xiita Shabak (PMF). O Director-Geral de Assuntos Cristãos do Governo Regional do Curdistão confirmou que tem havido assédio e abuso por parte do PMF e de outros grupos de milícias após a libertação da Planície do Nínive do Daesh.(9)

Março de 2018

O Dr. Hisham Shafiq foi morto à facada juntamente com a mulher e a mãe idosa na sua casa em Bagdade. O Padre Biyos Qasha receia que estes acontecimentos façam parte de um plano para forçar os Cristãos a deixarem as suas casas.(10)

Janeiro de 2019

O novo currículo escolar do Ministério da Educação foi condenado pelo Patriarca Louis Raphael I Sako, que disse: “Li afirmações incorrectas, desadequadas e ofensivas que incitam ao ódio e à divisão, que estão longe dos valores da tolerância e dos princípios de cidadania e coexistência.” Por exemplo, os manuais escolares para crianças entre os 6-11 anos dizem que as mulheres sem véu são “doentes”.(11)

Abril de 2019

Um ataque armado a uma procissão de Domingo de Ramos em Bartella forçou os Cristãos a abandonarem a cerimónia tradicional do início da Semana Santa. Automóveis passaram ao lado da procissão e quem estava dentro deles abriu fogo. Pouco mais de um terço das 3.800 famílias cristãs que saíram da região regressaram agora e as milícias xiitas shabak, que controlam a segurança na cidade, alegadamente assediaram Cristãos, incluindo disparando armas em frente à Igreja de São Jorge durante mais de uma hora, ameaçando o seu sacerdote, o Padre Behnam Benoka.(12)

More articles

NIGÉRIA

“Há um objectivo claro: islamizar todas as áreas que

ÍNDIA

Durante o período em análise, houve relatos de ataques

EGIPTO

O número de grandes ataques à bomba a igrejas

CHINA

As dificuldades sentidas pelos crentes aumentaram, pois o novo

PAQUISTÃO

Os Cristãos estão sujeitos a perseguições violentas e discriminação,

SUDÃO

Em Maio de 2019, o Conselho Militar de Transição